Tudo sobre impermeabilização de calhas de alvenaria

Em qualquer edificação, um dos pontos mais importantes e que requer muita atenção é o sistema de cobertura. Existem várias opções na hora de escolher como será a cobertura, se será feito uma laje ou ainda telhados dos mais variados tipos, mas sempre visando garantir a qualidade para que o interior esteja devidamente protegido no momento das chuvas.

Além dos elementos de cobertura, o sistema também precisa ter elementos de drenagem da água pluvial, e eles são muito importantes. Uma vez que o telhado ou laje recebe água, elementos como os rufos, calhas e tubos de queda tem como função garantir o escoamento correto da água.

Neste post vamos falar mais sobre as calhas, especificamente as de alvenaria, sua importância e os cuidados que devem ser tomados durante a execução e manutenção para garantir a drenagem correta da água da chuva e evitar problemas e dores de cabeça no futuro.

 

O que são as calhas?

Calhas são os canais que transportam a água da chuva que cai nos telhados para reservatórios, fluxos de água e tubos de queda.

As calhas têm uma função muito importante de garantir que não haja acúmulo de água no telhado, infiltrações, excesso de umidade nas paredes. Portanto, é preciso tomar cuidados com a manutenção para que o caminho não esteja obstruído, principalmente durante as estações do ano em que há muita queda de folhas e galhos de árvores, que acabam entupindo as calhas.

 

Não confundir: Calha x Rufo

Os rufos também são elementos da cobertura, mas diferentemente das calhas, não tem a função de transportar a água. Os rufos são proteções, normalmente feitas com chapas metálicas, que protegem os pontos de encontro da alvenaria e telhado para evitar que haja infiltrações.

 

As calhas podem ser feitas com diferentes tipos de materiais, como alumínio, PVC e alvenaria. Em alguns casos específicos, algumas pessoas optam por não utilizar calhas em suas coberturas, apesar de não ser o recomendado pelos profissionais.

 

A importância da impermeabilização de calhas de alvenaria

impermeabilização de calhas de alvenaria como solucionar infiltrações nas calhas

As estruturas de alvenaria e concreto que estarão expostas à umidade precisam estar devidamente protegidas. Sabemos que estes são materiais estanques, porém não são totalmente impermeáveis e, com isso, pode acontecer infiltração. A água se infiltra por entre os poros e pode se acumular e trazer vários tipos de problemas.

É possível notar os efeitos da umidade nos mais diversos elementos de alvenaria e concreto, como por exemplo as manchas de bolor e musgo nas paredes, a corrosão de armaduras nas estruturas, o descascamento das pinturas, e como a calha é um canal de transporte de água, ela está sujeita a todos estes problemas. Para cada elemento específico da edificação existem técnicas e materiais diferentes para evitar e amenizar os efeitos da umidade, e no caso das calhas de alvenaria, é imprescindível fazer a impermeabilização. Veja:

Na calhas de alvenaria e concreto, assim como em lajes de cobertura, reservatórios, piscinas, caixas d’água, e qualquer elemento sujeito a contato grande ou constante de água, a impermeabilização é de vital importância.

 

Como impermeabilizar calhas de alvenaria

Agora que já vimos a importância e a necessidade de impermeabilizar a calha de alvenaria, surge a questão de qual sistema escolher. No momento da escolha, converse com um profissional, consulte seu engenheiro, para saber as melhores práticas de impermeabilização, não apenas das calhas, mas também dos outros elementos da sua construção.

 

Aditivos e tintas impermeabilizantes

Existem no mercado alguns produtos destinados à proteção e impermeabilizantes em forma de tintas e aditivos para o concreto. É uma solução mais prática e econômica, mas deve ser levado em consideração que a garantia é bem menor. Por melhor que seja o impermeabilizante e a tinta (e a mão de obra empregada), eventualmente os produtos podem perder a sua capacidade de impermeabilização e isso resulta em maiores gastos com manutenção ao longos dos anos.

Nesse sentido, é preciso pesar a escolha, de forma que os gastos com reformas e manutenção no futuro sejam colocados na balança e ajudem a tomar a melhor decisão.

 

Manta asfáltica

O sistema de impermeabilização com manta asfáltica é dos mais usados no país, não apenas para as calhas, mas em estruturas em geral. É feita com um centro estrutural, que pode ser fibra de vidro e poliéster, recoberta por material asfáltico.

A manta asfáltica é classificado como um sistema flexível, e é indicada para impermeabilização de calhas de alvenaria. Como é um sistema comum, é fácil de encontrar nas lojas de materiais de construção. Uma desvantagem da manta asfáltica é que ela não pode ficar exposta, e como é um sistema com prazo de validade, a manutenção acaba sendo onerosa e demorada.

Outro ponto bastante negativo da impermeabilização feita com manta asfáltica, é que não é possível fazer reparos pontuais: dessa forma, quando surge algum problema na manta, é preciso refazer todo o sistema.

Entenda melhor:

 

Poliéster flexível

O sistema de impermeabilização poliéster flexível é um sistema definitivo de impermeabilização, e pode ser aplicado nas calhas de alvenaria. Diferentemente dos sistemas tradicionais, o poliéster flexível não precisa de revestimento, sendo possível um acabamento com diversas cores, já que o acabamento do sistema é utilizado como superfície final. Além disso, é um sistema sem emendas e flexível, acompanhando a movimentação térmica da estrutura sem a geração de fissuras e rachaduras.

Outro ponto importante de ser destacado é que o sistema poliéster flexível pode ser aplicado sobre a estrutura preexistente, e isso não gera sobrepeso. Ele pode ainda ser pontualmente corrigido caso seja perfurado, por exemplo, além de ter 15 anos de garantia.

No caso de uso da calha para captar água da chuva para uso, o sistema tem superfície final atóxica e assim não compromete a qualidade da água. Leia também:

 

Solução 100% Silicone

A nova Solução em Silicone, novidade no mercado nacional, trazida com pioneirismo pela Fibersals, pode ser aplicada tanto nas calhas de alvenaria quanto em lajes sem trânsito e telhados.

Com ela, não é necessário remover os sistemas de impermeabilização que falharam anteriormente, tendo aplicação rápida e sem transtornos.

Uma das maiores vantagens da Solução em Silicone é a manutenção de suas propriedades físicas e de sua flexibilidade por longos períodos de tempo, mesmo após exposição prolongada aos raios UV e às intempéries: o Silicone utilizado pela Fibersals mantém ótimo desempenho mesmo após 20 anos de exposição. Além disso, é resistente à lâmina d’água e às agressões climáticas intensas, e tem 15 anos de garantia.

 

O sistema poliéster flexível foi desenvolvido pela Fibersals, e é aplicado em calhas e muitas outras estruturas desde 1985. É possível resolver de uma vez por todas os problemas com infiltrações nas calhas de alvenaria. Veja algumas de nossas obras e confira, também, nossa nova Solução em Silicone.

Comentários

Comments are closed.