11 benefícios de ter acompanhamento profissional na sua obra

Quando você está doente, você procura um médico, certo? Da mesma forma que quando está com problemas na justiça, corre para um advogado e se o dente está doendo, consulta o dentista de sua confiança. Assim deve ser quando você começa a fazer uma obra, seja ela de para uma nova construção ou para uma reforma. Nesta hora, você deve contratar um engenheiro e/ou arquiteto. Eles são os profissionais capacitados para não só resolver seus problemas, mas também assegurar que eles não venham a acontecer.

 

Você tem muitos motivos para contratar um engenheiro ou um arquiteto para acompanhar suas obras. São eles que elaboram projetos mais confiáveis e verdadeiramente adequados às suas necessidades.

 

Veja 11 benefícios de ter acompanhamento profissional na sua obra

acompanhamento de engenheiro obra contratar arquiteto

 

1. Projetos desenvolvidos tecnicamente por engenheiros e arquitetos evitam muitos problemas futuros.

Eles fazem, também, todo acompanhamento técnico da obra, de forma que tudo corra bem, entregando segurança e economia de recursos financeiros e de tempo.

 

2. Muita gente pensa que contratar um engenheiro ou arquiteto para as obras é caro e que um bom pedreiro pode fazer o mesmo trabalho e com um custo bem menor. Isto é um equívoco.

Nada contra os pedreiros, que são trabalhadores competentes e úteis, porém não têm a formação necessária para fazer a gestão de temas complexos. Os engenheiros e arquitetos têm.

 

3. Quanto ao custo da contratação de profissionais especializados, ele deve ser visto não como uma despesa, mas sim como um investimento na obra.

Trata-se de um valor que, depois da obra finalizada, poderá ser facilmente traduzido em soluções que evitaram desperdício de materiais e promoveram cálculos perfeitos e execução de qualidade, ou seja, a satisfação do cliente.

 

4. Com a contratação de engenheiro e arquiteto, a economia vai aparecer não somente no material utilizado para a obra, mas também depois que ela estiver pronta.

Só para dar um exemplo: Um projeto profissional pode garantir que a casa receba iluminação natural na maior parte do dia para que suas contas de luz, no final do mês, saiam bem mais em conta.

 

5. Esses profissionais pensam em outras variáveis.

Alguns exemplos são a acústica dos ambientes, os sistemas de ventilação e iluminação, a melhor distribuição dos espaços internos e das áreas externas – como quintal, jardim e garagem – e da fachada, os detalhes que trazem conforto e bem-estar, os fatores estéticos ao gosto do cliente, etc.

 

6. Não dá para entregar a um pedreiro ou querer fazer por conta própria o trabalho de dimensionar corretamente as vigas e as colunas necessárias numa obra, calcular de forma exata a disposição das cargas e projetar as instalações hidráulicas.

Estas são atividades para engenheiros e arquitetos que, na prática, vão fazer um trabalho em conjunto, cada um usando habilidades e competências que se complementam.

 

7. Você pode regularizar o trabalho por meio de um contrato entre as partes.

Você pode fazer um contrato que descreva detalhadamente os serviços que serão realizados por cada um destes profissionais, os valores acertados para cada um deles e as obrigações de todos os envolvidos.

 

8. Outro benefício importante que deve constar no contrato é quem – se o engenheiro ou o arquiteto ou ambos – serão os responsáveis legais pela execução da obra, respondendo para eventuais sanções penais, no caso de sinistros.

Se você mora em um condomínio, esse benefício é ainda mais evidente, já que para reformas no apartamento você deve emitir uma ART e ter acompanhamento profissional, de acordo com a NBR 16.280. Saiba mais:

 

9. Os profissionais podem dar referências de clientes com quem eles já tenham trabalhado.

Desta forma, você poderá conversar com esses clientes e se certificar sobre como foi a experiência com eles, desde o planejamento da obra até a entrega das chaves da construção contratada.

 

10. Engenheiros são capacitados para realizar, além das atividades citadas até aqui, a programação de toda a instalação elétrica, hidráulica, de esgoto, do gás, da estrutura e do paisagismo.

Isso significa menos dor de cabeça ao lidar com todas essas questões.

 

11. Estes profissionais ficam como responsáveis pelo cumprimento de todas as exigências legais.

Estas exigências são relativas ao funcionamento das instalações e pela solidez da construção durante um prazo de até cinco anos após a conclusão da obra, conforme determina o Código Civil brasileiro. Veja também:

 

E você? Está convencido de que toda obra deve ser acompanhada de um engenheiro ou arquiteto, tanto para o projeto, quanto para a responsabilidade técnica? Como foi sua experiência com este tema? Conte pra gente!

Comentários

Comments are closed.