Mantas x membranas na impermeabilização

Os sistemas de impermeabilização são fundamentais para a garantia da vida útil de uma construção. Eles têm função de formar uma barreira física que protege os elementos estruturais da umidade e da infiltração que podem ser bastante nocivas, comprometendo a segurança estrutural.

 

Existem no mercado diversas opções de sistemas de impermeabilização, e cada um tem as suas características, formas de instalação e locais mais adequados para a aplicação. Dois tipos bastante conhecidos são as membranas e mantas, e surgem muitas dúvidas sobre quais são as diferenças entre os dois sistemas.

 

Neste texto vamos entender melhor o que são mantas e membranas, para que servem e quando devemos aplicá-las.

 

Mantas e Membranas impermeabilizantes

manta impermeabilizante membrana impermeabilização

Manta Impermeabilizante (manta asfáltica)

impermeabilização manta impermeabilizante

O que é:

A primeira grande divisão entre sistemas de impermeabilização é se eles são rígidos ou flexíveis. Os sistemas rígidos são, de maneira geral, aqueles que suportam menos às movimentações da estrutura, sendo mais indicados para áreas com menor exposição, como elementos enterrados de fundação, por exemplo.

 

A manta impermeabilizante ou manta asfáltica como é mais conhecida, é classificada como um sistema pré-fabricado flexível, justamente pela sua capacidade de acompanhar movimentações da estrutura.

 

manta impermeabilizante asfáltica

 

A resistência mecânica da manta asfáltica se dá pelo seu elemento central estruturante, geralmente composto de fibras de poliéster ou de vidro, que é revestido por camadas asfálticas.

 

A aplicação da manta asfáltica é um processo bastante específico, sendo altamente recomendado que seja executado por profissionais e empresas qualificadas. Por ser um sistema pré-fabricado, as chances maiores de ocorrer falhas são justamente no momento da instalação, caso seja mal-feita.

Depois de aplicada, a manta asfáltica deve ser revestida (contrapiso) para evitar choques mecânicos que podem comprometer a vida útil do sistema.

 

Veja também:

 

Onde aplicar:

As mantas asfálticas são indicadas para áreas maiores 50 m² sujeitas à movimentação de estruturas. Em áreas menores geralmente a grande necessidade de cortes e emendas aumenta o risco de falhas na execução. Bastante utilizada em lajes de cobertura e de estacionamento, piscinas, reservatórios de água.

 

Mantas Sintéticas

impermeabilização manta impermeabilizante sintética

O que são:

Existem mantas feitas com materiais sintéticos, como PVC por exemplo, que também são utilizadas como sistemas de impermeabilização. Elas têm como característica principal a facilidade de se moldar ao local de aplicação e resistem bem às movimentações e vibrações.

 

Além do PVC, existem mantas sintéticas PEAD (polietileno de alta densidade), EPDM e TPO (termoplásticas). São materiais mais tecnológicos e empregados em situações mais específicas.

 

Onde aplicar:

De maneira geral, as mantas sintéticas são indicadas para ambientes mais agressivos, como por exemplo reservatórios, aterros sanitários, estação de tratamento de esgoto, túneis, subsolos e coberturas.

 

Membrana impermeabilizante

impermeabilização membrana impermeabilizante

Esse tipo de sistema de impermeabilização é moldado no local e é obtido através da aplicação de várias demãos de um material impermeabilizante líquido na superfície formando justamente essa “membrana” depois de seco. Trata-se então de um sistema flexível e sem emendas.

 

São vários tipos de materiais que podem ser utilizados como membranas impermeabilizantes, portanto as características de resistência, flexibilidade, durabilidade, modo de aplicação também variam de acordo com o material a ser utilizado.

 

membrana impermeabilizante asfáltica

 

Entre os mais conhecidos estão: Asfalto a quente, Emulsões asfálticas, PU (poliuretano), poliuréia, e emulsão acrílica.

 

Asfalto à quente

Um dos mais conhecidos no Brasil, é obtido através de várias camadas de material asfáltico derretido intercalados com telas ou mantas estruturantes. É indicado para áreas menores, com muitos recortes, de forma a evitar o uso de juntas de dilatação e emendas.

Indicado para: cozinhas, banheiros, áreas de serviço, tanques, piscinas.

 

Emulsões asfálticas

Diferentemente do asfalto à quente, as emulsões e soluções asfálticas são aplicadas à frio, como primers. O tempo de cura desse tipo de sistema de impermeabilização é maior quando comparados aos demais.

Indicado para: pequenas lajes, banheiros, cozinhas, áreas internas de floreiras.

 

Poliuretano

O PU é um material aplicado à frio com grande capacidade de aderência nas superfícies. Também possui bons índices de elasticidade e resistência à altas temperaturas. As membranas de poliuretano são indicadas para o uso em ambientes agressivos.

Indicado para: reservatórios de água e esgoto.

 

Poliureia

A Poliureia é um material que exige uma grande atenção no momento da aplicação. Através de um pulverizador a membrana é formada e a cura deste material é uma questão de minutos. Portanto, sistemas de impermeabilização com membranas de poliureia são indicados em locais que exigem uma liberação rápida. Depois da cura, as membranas de poliureia oferecem boa resistência e elasticidade, sendo indicado o uso também em ambientes mais agressivos.

Indicado para: pisos industriais, tanques e reservatórios.

 

Membrana Acrílica

As membranas feitas com emulsão acrílica são bastante utilizadas em reformas, devido a sua facilidade de aplicação. O material é disperso em água e é aplicado em várias demãos, intercaladas por estruturante. A membrana acrílica não oferece resistência mecânica, portanto deve ser instalada em local não transitável. Outro ponto importante a ser ressaltado é que deve haver uma inclinação mínima na superfície para evitar que a água fique acumulada sobre a membrana, com o risco de transformar a membrana novamente em uma emulsão e danificar o sistema de impermeabilização.

Indicado para: coberturas, telhados.

 

membrana manta impermeabilizante

 

De maneira geral, há várias semelhanças entre membranas e mantas, pois ambas são sistemas flexíveis e portanto são resistentes às movimentações da estrutura sem danificar o sistema de impermeabilização.

Entenda:

 

Os sistemas de impermeabilização em uma edificação são uma etapa muito importante, e por isso é essencial que, seja qual for a opção escolhida, você tenha o acompanhamento de profissionais habilitados e experientes. Como vimos, em uma mesma situação é possível escolher entre dois ou mais tipos de material para impermeabilização.

 

Conheça também os modernos sistemas de impermeabilização oferecidos pela Fibersals, que podem ser aplicado diretamente sobre a superfície pré-existente. Tanto a Solução 100% Silicone quanto o Sistema Fibersals em Poliéster Flexível tem garantia de 15 anos contra infiltrações!

Comentários

Comments are closed.