Como fazer manutenção em piso industrial?

Obras industriais tem algumas diferenças fundamentais em relação às obras residenciais comuns. Uma das mais importantes é o fato deste tipo edificação ser destinado à uma atividade lucrativa, e portanto erros de projeto e execução podem significar prejuízos maiores.

 

O piso de uma indústria é um ponto de extrema importância, pois se trata de uma área sujeita à abrasão, ataques de agentes químicos e à choques mecânicos. Um piso que não foi bem planejado e executado não alcança os requisitos básicos de resistência e durabilidade e os custos da parada fabril para obras de reparo devem ser levados em consideração.

 

Neste texto vamos entender melhor as especificidades de um piso industrial, diferentes opções, os maiores riscos e agentes agressores.

 

O que é piso industrial?

 

Diferença: Piso x Revestimento

piso industrial

 

É preciso entender, em primeiro lugar, que o piso de uma indústria deve ser considerado com um elemento não só da edificação, mas também como um componente da atividade industrial.

Dessa forma, o projetista deve levar em consideração vários parâmetros como a análise do solo, graus de saturação, compactação, umidade e resistência; o tipo de atividade que será desempenhada; as resistências características necessárias; tudo para garantir a estabilidade e durabilidade do piso.

 

O piso industrial é feito com concreto e é armado especificamente para atividade que será desempenhada durante o uso.

A armadura tem a função de garantir às resistências à flexão, torção e eventuais recalques do solo, além de contribuir para resistência aos choques mecânicos. Sendo assim, o piso industrial é chamado de piso de alto desempenho.

 

Portanto, o piso industrial não é um simples contrapiso. E como se trata de um elemento estrutural da edificação, o planejamento e execução devem ser cuidadosamente realizados por profissionais e empresas habilitadas e experientes.

 

Devemos entender, por fim, que o piso industrial é composto do elemento estrutural de concreto armado e o revestimento deve ser executado conforme a necessidade de cada tipo industrial. Para alguns casos específicos, existe a denominação RAD – Revestimento de Alto Desempenho.

 

Em termos de revestimento, existem diferentes opções que podem ser escolhidas, e o que vai determinar esta escolha são fatores como o tipo de atividade industrial, os custos de execução e manutenção, segurança, agressividade do ambiente e requisitos normativos em relação à higiene por exemplo.

 

Revestimentos mais comuns em Pisos Industriais

piso industrial

 

O revestimento mais comum de um piso industrial é o próprio concreto, seja ele em sua forma natural, desempenado e ainda com o efeito “queimado” (concreto polido), deixando uma superfície menos porosa.

Quando é este o caso, este processo é feito durante a fase de execução e processo de cura logo após a concretagem.

 

Este tipo de revestimento pode ser escolhido para áreas de movimentação de cargas como galpões, armazéns, depósitos, e também em atividades industriais que não envolvam produção de alimentos, medicamentos e produtos com processos químicos mais refinados.

É comum em alguns casos que o acabamento em concreto receba algum tipo de tratamento químico superficial como selador ou resina, e também alguns tipo de pintura, com o objetivo de aumentar a vida útil e durabilidade da superfície.

 

Outro acabamento bastante comum são os revestimentos à base de resinas químicas, e dentre o piso com resina epóxi é bastante utilizado, especialmente para atividades industriais que envolvem requisitos normativos mais exigentes, como indústrias alimentícias e farmacêuticas.

 

Cuidados Especiais em pisos industriais

 

Juntas de Dilatação

piso industrial

 

As juntas de dilatação são extremamente importantes para os pisos industriais.

Como normalmente se tratam de grandes áreas, os efeitos da movimentação térmica em pisos industriais podem acarretar no surgimento de fissuras e trincas, desnivelamento da superfície, e descolamento do revestimento.

 

As juntas são os pontos de alívio de tensão e emenda. Caso a área a ser concreta seja muito grande, há casos que é necessário dividir o processo de concretagem em mais de uma etapa.

Neste caso, devem ser feitas as chamadas juntas de construção na ligação entre os panos de concretagem. As juntas serradas (também chamadas de juntas de retração) são feitas após a concretagem, e em geral com ⅓ da espessura da placa de concreto.

 

O cuidado com a previsão e execução juntas deve ser ressaltado pois é o local normalmente ocorre a maior incidência de patologias na estrutura de um piso industrial.

 

Alta Resistência Mecânica

piso industrial

 

O termo resistência mecânica está relacionada à capacidade de um material de resistir a choques, pancadas, quedas, e outros processos mecânicos e está ligada ao Módulo de Elasticidade (E) do elemento – que é a propriedade física de um material que relaciona tensão aplicada e deformação resultante.

 

Algumas atividades industriais podem exigir bastante resistência mecânica dos pisos industriais, especialmente em locais com deslocamento de máquinas pesadas e empilhadeiras.

É importante que o piso industrial e o seu revestimento sejam capazes de resistir bem mecanicamente às cargas atuantes de forma a ter durabilidade.

 

Leia:

 

Alta Resistência à Abrasão

piso industrial

 

O desgaste por abrasão ocorre quando há remoção de material da superfície pelo contato direto com outros materiais de rugosidades diferentes.

Este conceito está ligado à dureza do material, e no caso dos pisos industriais, afeta diretamente o revestimento superficial.

 

Dessa forma, a escolha e os cuidados do revestimento de um piso industrial devem levar em consideração as formas de abrasão que podem ocorrer durante a atividade fabril. Caso não esteja desempenhando de forma esperada, a abrasão excessiva diminui a vida útil do revestimento que precisará ser refeito, podendo gerar paradas fabris e prejuízos.

 

Veja:

 

Ataques Químicos

piso industrial

 

Cada tipo de indústria, em especial as que envolvem processos químicos, tem os principais agentes agressores com os quais deve ser tomar os devidos cuidados.

Alguns tipos de agressores químicos que devem ser levados em consideração:

 

  • Ácido Acético: componente do vinagre utilizado na indústria de alimentos
  • Ácido Láctico: presente no leite e nos seus derivados
  • Ácido Oléico: ácidos orgânicos formados pela oxidação da gordura vegetal e animal comumente encontradas na indústria de alimentos.
  • Ácido Cítrico Concentrado: encontrado em frutas cítricas e representante de uma vasta gama de ácidos de frutas que podem rapidamente degradar outros revestimentos resinados.
  • Metanol: entre outros alcoóis e uma vasta gama de solventes utilizados na indústria farmacêutica.
  • Óleos minerais, querosene, gasolina, skydrall, fluídos de freios e outros agentes comuns às indústrias químicas.

 

Confira:

 

Parada Fabril

piso industrial

 

Um grande problema enfrentado durante a utilização de um piso industrial é quando, seja por falta de manutenção, execução ruim, ou mesmo devido ao uso prolongado, chega o momento de se fazer intervenções e reformas no piso industrial.

 

Diferentemente de uma reforma em obras residenciais, uma intervenção para manutenção na indústria pode envolver uma suspensão temporária das atividades – parada fabril – para que as obras sejam realizadas e é preciso levar em consideração qual é o prejuízo para cada dia que a atividade industrial está parada.

 

Nesse sentido, escolher uma técnica e material mais baratos, mas que demoram mais dias para serem executados não são a melhor escolha.

Além disso é preciso pensar que, uma vez que é necessário parar as atividades, que isso seja feita da maneira mais rápida e que garanta a maior garantia possível, para que uma nova paralisação não ocorra no curto e médio prazo.

 

Leia também:

 

Sistema Fibersals: solução ideal para manutenção em piso industrial

impermeabilizacao fibersals piso industrial
Impermeabilização com o Sistema Fibersals na Coca Cola em Santa Maria-RS

 

 

O sistema Fibersals é um revestimento robusto e durável, capaz de resistir à choques mecânicos, abrasão e ambientes agressivos de ataques de agentes químicos, podendo ser utilizado, inclusive, em reservatórios de água.

Pode ser utilizado em áreas de tráfego intenso de pessoas e também em regiões com tráfego de veículos pesados.

 

Uma grande vantagem do Sistema Fibersals como revestimento para pisos industriais é a liberação rápida para o uso, o que reduz exponencialmente o tempo da parada fabril.

Além disso, o sistema é moldado in-loco e possui um elevado módulo de elasticidade, preservando, dessa forma, os pisos que possuem juntas de dilatação. A garantia é de 15 anos contra infiltrações.

 

Peça já um orçamento gratuito e tire suas dúvidas com nossa equipe comercial!

Comentários

Comments are closed.