Revestimento anticorrosivo para a indústria: onde e por que usar?

O revestimento anticorrosivo surgiu no cenário industrial para substituir as antigas ligas de metais nobres, que serviam para proteger as superfícies contra fluídos e ambientes corrosivos. Embora essas ligas oferecessem uma boa resistência à corrosão, elas acabavam representando um alto custo e, nem sempre, atendiam à todas as necessidades do processo industrial.

Com o tempo e o desenvolvimento de novas tecnologias e materiais, as ligas de metais nobres foram substituídas pelos revestimentos anticorrosivos, que além de mais econômicos, possuíam outras características tais como alta impermeabilidade, maior resistência, durabilidade, versatilidade na proteção, entre outras funcionalidades.

Além de beneficiar o processo industrial como um todo, esses revestimentos são fundamentais para evitar vazamentos, falhas e acidentes ambientais decorrentes da corrosão. Para saber mais sobre a importância desses revestimentos, onde e por que eles devem ser utilizados por diferentes segmentos industriais, confira!

 

Revestimento anticorrosivo: Por que usar?

revestimento anticorrosivo piso industrial

Para o processo industrial, a chegada do revestimento anticorrosivo no mercado representou um ganho muito além da economia relativa à substituição das ligas metálicas nobres. Este material conta com propriedades que aumentam a eficiência do processo produtivo como um todo e, justamente por isso, diminuem gastos significativos com a manutenção dos equipamentos.

Como o revestimento anticorrosivo conta com uma excelente resistência química, ele garante uma maior proteção aos equipamentos. Além disso, esse material apresenta uma boa resistência ao desgaste, fazendo com que os equipamentos acabem com uma vida útil muito maior. Outra excelente propriedade do revestimento anticorrosivo é a alta impermeabilidade, que também promove maior durabilidade e resistência para o maquinário, evitando a manutenção constante e até eventual troca de equipamentos.

Trata-se de um material com excelente flexibilidade mecânica e pode ser aplicado até em peças e estruturas complexas, promovendo versatilidade na proteção e resistência a deformações. Como tem baixo coeficiente de atrito, esse material previne o aparecimento de incrustações, permitindo também um aumento da vazão.

A resistência a corrosão, que é a característica mais importante do material, representa durabilidade e economia e evita acidentes que podem causar danos ao meio ambiente, trazendo impactos bastante negativos para a empresa.

 

Onde usar?

O revestimento anticorrosivo possui uma aplicação variada em diversos segmentos do setor industrial. Sua versatilidade e seu potencial de economia fizeram com que este material tenha ganhado o mercado, sendo cada vez mais utilizado e adotado não apenas no setor industrial, mas em muitos outros.

 

Petróleo e gás

O processamento do petróleo e do gás envolve a ação de diversas substâncias corrosivas, especialmente considerando os equipamentos tubulares necessários ao transporte. Água, H2S, CO2, substâncias químicas e microrganismos e sólidos em suspensão são os principais responsáveis pela ação corrosiva dentro do processo industrial do petróleo e gás. A aplicação de revestimentos anticorrosivos em peças como tubulações, bombas, válvulas, separadores e outros, faz com que abrasões leves sejam evitadas e o desgaste acabe comprometendo a funcionalidade desses equipamentos.

 

Sucroalcooleiro

No setor sucroalcooleiro, o revestimento anticorrosivo pode ser aplicado nas usinas, destilarias e especialmente em áreas que sofrem o monitoramento constante dos órgãos ambientais. Como esse tipo de revestimento evita acidentes e vazamentos e, contar com esta proteção, mostra diligência da empresa com a prevenção aos danos ambientais, especialmente ocasionados pela contaminação de solo e água decorrente do manuseio incorreto da vinhaça.

 

Galvanoplastia

A galvanoplastia é um processo que envolve o revestimento de metais simples por metais nobres, visando a conservação e a melhoria das propriedades do produto final.  A atividade envolve o banho de diversos metais e possui um dos ambientes mais corrosivos considerando outros processos do setor industrial. Justamente por isso, não é todo tipo de revestimento para galvanoplastia que é capaz de aguentar de forma eficiente os impactos da corrosão dessa atividade. Apenas alguns materiais disponíveis no mercado oferecem a real proteção contra a corrosão presente nas atividades desse ramo.

 

Mineração

O revestimento anticorrosivo possui uma ampla aplicação contra a corrosão e a abrasão gerada pela polpa e rejeito do minério, tendo aplicação tanto nos equipamentos de transporte, como em bombas, válvulas e conexões.

 

Construção Civil

Na construção civil a aplicação do revestimento anticorrosivo garante a proteção contra as intempéries de diferentes ambientes, como por exemplo, os ambientes marinhos. Neste contexto, o revestimento pode ser aplicado em armações de concreto, perfis estruturais, linhas de combate à incêndios e outros.

 

Saneamento

No setor de saneamento, o revestimento serve contra a corrosão provocada especialmente pelos efluentes domésticos e industriais, que possuem altas taxas de cloretos, sulfatos e nitratos. Já tratamos um pouco sobre a importância da impermeabilização das ETEs aqui. Vale a pena considerar os riscos que uma empresa pode sofrer em razão de um vazamento para avaliar o custo benefícios de se investir nesse tipo de revestimento.

 

Indústria

Na indústria os revestimentos são aplicados com o objetivo de proteger contra a corrosão química e eletroquímica provocada em ambientes agressivos existentes no processo industrial. Os revestimentos anticorrosivos podem ser aplicados em tubulações, bombas, válvulas e filtros, além de equipamentos de transporte.

 

Vazamentos e acidentes

revestimento anticorrosivo e definitivo para piso industrial

Se por um lado os revestimentos anticorrosivos representam um ganho para o processo industrial, por outro, é preciso considerar a qualidade e propriedades dos materiais antes de escolher o revestimento correto para a sua empresa.

Um dos grandes problemas causados pelo rompimento dos revestimentos anticorrosivos são os acidentes e vazamentos, que podem afetar as águas e o solo, ocasionando sérios danos ao meio ambiente.

Segundo a legislação, qualquer empresa que promova um dano ambiental deve responder administrativamente, civilmente e penalmente. Na prática, isso significa que a empresa pode sofrer penalidades de diferentes naturezas, como pagar uma multa de alto valor, indenizar o órgão ambiental pelo dano causado e até responder por um crime. Mesmo que seja um acidente, a empresa não escapa de restaurar ou mesmo indenizar o problema ambiental, já que o dano deve ser reparado, mesmo que não exista a culpa da empresa, ou seja, sua ação não seja intencional.

Por isso, é fundamental contar com um revestimento anticorrosivo de qualidade, feito com materiais de alta resistência e que promovam uma boa durabilidade. Em pisos, bacias de contenção e tanques, o uso de um revestimento feito à base de poliéster flexível de alto desempenho, por exemplo, é a garantia de uma excelente resistência a agentes químicos extremamente agressivos.

Antes de adotar a proteção que pode ser mais eficiente para a sua empresa, vale a pena dar uma boa pesquisa nos materiais e buscar propriedades e qualidades existentes nos produtos, em vez de apenas considerar o preço.

 

Você precisa conhecer mais sobre os revestimentos anticorrosivos e suas propriedades? Então não deixe de conferir aqui mais um caso de uma empresa apostou nos materiais certos para evitar vazamentos e acidentes.

Comentários

Comments are closed.