Impermeabilização de tanques de contenção: desafios e soluções

A impermeabilização de tanques de contenção, bacias, estações de tratamento de efluentes, clarificadores, floculadores e outras estruturas industriais que recebem agentes químicos apresenta uma série de desafios.

 

O mercado nacional apresenta uma série de opções de impermeabilizantes. No entanto, como já esclarecemos em diversos outros artigos, não existe panacéia, um único tipo de impermeabilizante que funcione bem em todas as situações.

 

Desafios da especificação de impermeabilização para tanques industriais

impermeabilização de tanques de contenção

 

Isso acontece, em especial, em razão do tipo ou origem da infiltração (pressão hidrostática positiva ou negativa), bem como em razão da movimentação estrutural à que o impermeabilizante estará sujeito após aplicado. No entanto, se tomarmos como base somente os sistemas de impermeabilização indicados para a impermeabilização de tanques e reservatórios, ainda assim não serão todos indicados para áreas com agressão química – como é o caso dos tanques e bacias de contenção.

 

Em clarificadores, floculadores e estações de tratamento com partículas sólidas misturadas ao líquido, há ainda a preocupação com a agressão exercida pelo atrito dos materiais constantemente empurrados e arrastados contra a estrutura.

 

Outro aspecto relevante a ser considerado pelo especificador é o tamanho da estrutura, e a presença ou ausência de juntas de dilatação estrutural.

 

Setor demanda impermeabilização de qualidade e alta durabilidade

impermeabilização de tanques de contenção

 

Especificar a impermeabilização de um tanque de contenção requer, ainda, visão de longo prazo.

Isso porque é preciso pesar o custo-benefício levando em conta o número de manutenções previstas em uma janela de tempo longa – e quais os custos e riscos associados a estas manutenções.

 

O que é preciso fazer para liberar o tanque para uma manutenção? Qual o percentual de produção que deverá ser paralisado – e por quanto tempo – para que a impermeabilização do tanque seja reformada?

 

Estas são considerações a serem feitas, obviamente, durante o estudo de viabilidade de uma manutenção – quando a impermeabilização já apresenta falhas, mas também durante o processo de construção do tanque (quando evidentemente essa visão de longo prazo se torna um tanto mais difícil, mas essencial).

 

Impermeabilização de tanques de contenção deve ser adequada às necessidades específicas da planta

impermeabilização de tanques de contenção

 

Os processos industriais geram agressores dos mais diversos tipos. Para tal, é preciso, inicialmente, levantar exatamente a quais agressores o tanque estará exposto, e por quanto tempo.

 

Algumas respostas básicas a serem levantadas, sem as quais não será possível buscar a solução mais adequada:

impermeabilização de tanques de contenção

 

  • O tanque terá função de armazenamento permanente ou de contenção de derramamentos?

Assim, começa-se a delinear se a agressividade química será permanente ou acidental.

 

  • Em caso de derramamento, qual a política para a limpeza da área?

Há trabalho na área em turno integral (ou seja, em caso de derramamento, ele será visualizado imediatamente)? O derramamento será solucionado em 24h, 48h ou 72h? Assim, tem-se uma janela de agressividade às quais o impermeabilizante deve resistir.

 

  • A quais agressores a área estará exposta?

Trata-se de um só agressor ou de uma solução de diversos agressores e efluentes? Quais estão presentes? Em caso de solução com diversos agressores, qual o pH final?

 

  • Qual a temperatura de operação?

Os líquidos terão contato com o impermeabilizante em que temperatura?

 

  • Qual a diluição do agente químico?

Trata-se de uma solução ou de um agente em estado “puro”? Em caso de diluição, qual o percentual do agente químico? É diluído em água?

 

Outras questões relevantes ao especificar o sistema de impermeabilização:

impermeabilização de tanques de contenção

 

  • O tanque será enterrado ou elevado?

Nestes casos, será necessário ou não proteger a parte externa das paredes da ação de infiltração (por exemplo, de água da chuva, que pode vir a danificar a estrutura com o passar do tempo).

 

  • Ficará exposto às intempéries ou protegido?

Esta questão é especialmente importante para determinar quesitos de elongação e flexibilidade do material a ser empregado.

 

Exigências do projeto

impermeabilização de tanques de contenção

 

É imprescindível a exigência, por parte dos especificadores, de características tanto das empresas que irão executar o projeto, quanto dos materiais empregados no projeto.

É a forma segura de certificar-se de que estão sendo consideradas tecnologias com desempenho compatível, aplicadas por empresas com capacidade técnica compatível.

 

É preciso se certificar de que a empresa esteja registrada nos órgãos competentes, possua responsável técnico com vínculo comprovado (e larga experiência com a solução empregada) e apresente documentação que ateste sua capacidade técnica, bem como comprovem as características ofertadas.

 

A solução ideal – e adequada ao cenário específico de agressão existe?

impermeabilização de tanques de contenção

 

Sim, existe.

A Fibersals desenvolveu seu sistema de impermeabilização 100% poliéster flexível em 1985 e, desde então, atende as mais variadas necessidades em áreas condominiais, residenciais e industriais em todo o Brasil.

 

A solução é um sucesso no setor industrial especialmente pelo fato de ser possível adequar o build-up do sistema aos mais diversos cenários.

 

Sistema Fibersals 100% Poliéster Flexível para áreas industriais

impermeabilização de tanques de contenção fibersals poliéster flexível

 

O Sistema Fibersals 100% Poliéster é um revestimento totalmente impermeável, de alto desempenho e altíssima durabilidade, ideal para ETA, ETE, Bacias de contenção, Espessadores, Floculadores e outros reservatórios e tanques com características similares, onde são processados, tratados, armazenados ou derramados líquidos, efluentes, produtos químicos, esgoto ou água em tratamento.

 

Confira as principais características técnicas do revestimento em sua forma final:

 

  • Por ser aplicado em forma líquida sobre o substrato existente, permite moldar detalhes construtivos, mesmo nos pontos críticos e de difícil acesso, gerando um envelopamento total do tanque;
  • Fica totalmente aderido quimicamente a substratos de concreto, cimentícios, pedras, porcelanatos, aço carbono, plásticos, PRFV e outros;
  • Torna-se, ao final, um revestimento totalmente monolítico, sem qualquer emenda aparente;
  • Apresenta elongação mínima de 35% já reforçado;
  • Resiste à contração/retração do substrato acompanhando suas movimentações sem romper;
  • Resiste a abrasão, punção, impacto, agressão aos raios U.V., contato permanente com água e com contato com produtos químicos*;
  • Não altera a água de consumo, sendo completamente seguro para uso em caixas d’água, cisternas e reservatórios. Tal afirmação é comprovada por Ensaio de Efeito sobre Água, de acordo com as normas MS Portaria 2914:2011 (Anexo VII) e NSF/ANSI 61:2016 (“Drinking Water System Components – Health Effects”), realizada sobre o revestimento completo, com camada estrutural e de acabamento, e não apenas de uma das etapas e/ou componentes do Sistema.

 

*A resistência ao contato com produtos químicos pode, a depender do grau de agressividade do produto e do quadro de exposição, demandar o emprego de camadas adicionais de resinas, aditivos ou barreiras químicas.

 

Conheça os principais diferenciais que a Fibersals oferece:

impermeabilização de tanques de contenção fibersals poliéster flexível

 

  • Garantia contratual adaptada a cada cenário, de 05 a 15 anos, para material e mão de obra em projetos industriais;
  • Mais de 35 anos de experiência;
  • Comprovação de durabilidade e longevidade em trabalhos realizados superando 30 anos;
  • Comprovação de capacidade técnica em projetos de elevado grau de exigência;
  • Aplicação rápida, permitindo inclusive atendimento em cronogramas restritos;
  • Permite aplicação em segmentos, caso seja necessário.

 

Sistema reparável, sem a perda total da impermeabilização

impermeabilização de tanques de contenção fibersals poliéster flexível

 

O Sistema Fibersals é tido como um sistema definitivo, justamente pelo fato de ser reparável a qualquer tempo, sem a perda do sistema impermeabilizante já aplicado.

 

O Sistema Fibersals tem como grande diferencial o fato de poder ser reparável pontualmente a qualquer momento de sua vida útil. Isto ocorre graças à capacidade da nossa resina de promover uma fusão química do material novo em material antigo, sem emendas.

Isto permite que o revestimento seja reparado pontualmente para corrigir pontos de rompimentos (por exemplo, para manutenção ou passagem de tubulação), pontos onde houve algum dano ou mesmo a readequação do sistema a um ajuste na estrutura.

 

Sistema adaptável ao cenário existente

impermeabilização de tanques de contenção fibersals poliéster flexível

 

O Sistema Fibersals é composto por camadas diferentes aplicadas em etapas sequenciais. As camadas se fundem quimicamente entre si, formando uma massa única que fica ancorada quimicamente ao substrato.

Basicamente, após a aplicação de um primer especial que promove a melhor aderência do sistema ao substrato, é aplicado o compósito poliéster com reforço, e finalizado com uma camada de acabamento em gelcoat flexível.

 

Adicionalmente, caso o substrato esteja deteriorado ou desagregando, são empregadas, na fase de preparação, massas de estucamento e nivelamento para recuperação apenas dos trechos onde for necessário.

 

O bom desempenho do revestimento depende de um substrato firme, íntegro e razoavelmente nivelado. Ferragens expostas são tratadas com conversor de ferrugem antes do emprego da massa de estucamento.

 

Pode ser necessário, ainda, o emprego de camadas adicionais em cenários com média e elevada agressão química. Nestes casos, o cliente deve informar todos os detalhes que possui sobre os produtos químicos, concentração, temperatura e tipo de exposição – permanente ou constante – para que nosso departamento técnico possa montar a especificação apropriada.

 

Vamos discutir o seu projeto? Faça contato com nosso setor de atendimento B2B.

Comentários

Comments are closed.