3 opções de telhado para o seu terraço

Post atualizado em 08 de fevereiro de 2017.

Dizem que quem tem terraço em sua residência tem duas alegrias: uma é ter o terraço e a outra é saber o que fazer com ele. Claro que o conforto é grande: tomar um pouco de ar, quem sabe até um solzinho, reunir a família, cultivar plantas e até alimentar os passarinhos. Mas conviver com as intempéries também dá um pouco de trabalho. Muitas pessoas ficam em dúvida se devem usar o terraço ou fazer um telhado. Daí surgem as perguntas: qual é o telhado para terraço mais indicado? Ou ainda, quais cuidados eu preciso ter se eu não quiser um sistema convencional de telhado?

Vamos ver aqui algumas opções de telhado para terraço. Você vai conhecer também uma solução alternativa – e definitiva – para as infiltrações em terraços, para quem não abre mão do sol e da sensação de “ar livre” que o terraço confere. Acompanhe!

 

Antes de citarmos as opções de telhados para a varanda, é importante que você saiba que deve tomar alguns cuidados ao escolher um deles e também ao instalar.

 

Veja quais são os cuidados que você deve ter:

 

Prefira produtos de comprovada qualidade

Isso vai influenciar diretamente na durabilidade do telhado.

 

Leve em conta a inclinação do telhado

Nas telhas, certifique-se do grau de inclinação que elas são indicadas. Isto é importante pois o uso incorreto de uma telha, seja com inclinação maior ou menor do que a indicada pelo fabricante, pode comprometer as propriedades do telhado e permitir a entrada de agentes externos, como a sol e chuva.

 

Analise que tipo de telha combina com o formato do telhado e o estilo da construção como um todo

Observe se o produto é homologado pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 

Contrate profissionais especializados em estruturação de coberturas, em encaixes e em fixação de telhas

As bordas das telhas devem ser bem fixadas para que a borda de uma não levante a das outras, causando o efeito dominó.

3 opções de telhado para terraço

1. Fibrocimento

telhado para terraço telha amianto fibrocimento

As telhas de fibrocimento são mais leves, e de fácil instalação. Sendo assim, a estrutura do telhado é mais simples e isso resulta em economia no preço final. Por isso, essa é a opção mais usada em construções menores ou quando são feitas platibandas e o telhado não fica exposto.

Antigamente, esse tipo de telha era feito com amianto.

O composto é alvo de muitas críticas por parte de órgãos de saúde, e em alguns países o uso é restrito. Um caso emblemático de contaminação por amianto ocorreu após os atentados de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, quando a queda das torres do World Trade Center deixou por vários dias um nuvem de poeira com amianto e os efeitos nas pessoas que estavam trabalhando no local foram graves. Por esse motivo, as telhas de amianto estão em desuso.

 

Mais detalhes sobre o telhado de fibrocimento:

 

Estrutura

As estruturas de telhados com telhas de fibrocimento podem ser feitas com madeira ou estrutura de aço. A grande vantagem nesse tipo de sistema é que, como as telhas são leves, a estrutura do telhado é menos complexa, o que resulta em rapidez e economia no momento de instalação.

Telhas

As telhas são compostas de cimento e fibras para reforço. Esse tipo de material é leve e impermeável, e o vão livre é de até 7,00m. Alguns cuidados são necessários:

  • O corte, lixamento e furação das telhas produz um pó muito fino. Por isso, é fundamental o uso dos equipamentos de proteção, como luvas e máscaras. É recomendado que sejam usadas ferramentas manuais, para evitar a geração de poeira. No caso do uso de ferramentas elétricas, é preciso que as máquinas tenham um sistema de coleta de pó.
  • É recomendado que os cortes e furos sejam feitos com baixa rotação.
  • A inclinação desse tipo de telha pode ser menor. Ainda assim, a melhor prática é sempre seguir as orientações do fabricante.
  • Em relação ao conforto térmico: as telhas possuem isolamento, mas como lacram a cobertura, não permitem trocas gasosas e o ar quente fica retido. Essa característica faz com que muitas pessoas associem telhas de fibrocimento com ambiente quente. Existem formas de contornar esses problemas, como instalação de elementos de ventilação no telhado. O uso de mantas térmicas também é recomendado.

 

2. Cerâmica

telhado para terraço telha ceramica

O telhado feito com telhas cerâmicas é o mais popular em países com clima tropical, como o Brasil. Um dos mais antigos materiais do mundo, as telhas cerâmicas são feitas com argila –  material disponível em praticamente em qualquer região. O processo de fabricação é simples, e não envolve processos industriais complexos.

O sistema de telhado com telhas de barro é um ótimo custo-benefício. Além disso, é possível incorporar esse tipo de telhado como elemento arquitetônico, com diferentes caimentos, cores e formatos. É preciso prestar atenção, porém, à pontos vulneráveis à infiltração, como os encontros das telhas, cumeeiras, e elementos secundários como calhas e rufos.

 

Mais detalhes sobre este telhado:

 

Estrutura

A estrutura de um sistema de cobertura feito com telhas cerâmicas é mais complexo. Uma estrutural convencional é composto por vários “triângulos”, que são chamados de tesouras. Apoiados sobre as tesouras, estão as terças. Em cima das terças estão os caibros e ripas, onde são apoiadas as telhas. O material mais usado nesse tipo de estrutura é madeira. É importante que a madeira seja de qualidade, caso contrário pode haver empenamento.

Telhas

As telhas de barro possuem um bom isolamento térmico e acústico, além de serem resistentes ao fogo. Quando feita com materiais de qualidade, e seguindo as normas de qualidade, esse material possui um baixo índice de dilatação e retração: essa é uma característica importante, principalmente em áreas com grande incidência de raios solares.

Por serem feitos com material argiloso, as telhas de barro são porosas. Isso leva a absorção de água e consequentemente aumento do peso. Por esse motivo, as estruturas são mais robustas, os vãos livres são menores, e a inclinação do telhado é mais acentuada, para garantir um maior escoamento de água.

  • No momento da instalação, certifique-se que não há falhas como trincas ou rachaduras. Esses pontos vulneráveis são pontos de infiltração de água para laje ou forro.
  • Informe-se sobre a inclinação recomendada pelo fabricante. Telhados cerâmicos com inclinação baixa tem uma maior tendência a apresentar falhas. Em regiões com ventos constantes, é mais seguro optar por inclinações maiores que 45º.

 

3. Alumínio Galvanizado

telhado para terraço telha metálica

O sistema de telhado com alumínio galvanizado é o mais moderno disponível no mercado.

São práticos e rápidos de serem construídos, e também são leves, o que significa que a estrutura do telhado gera menos esforços ao sistema estrutural da edificação. Esse tipo de telhado exige um projeto minucioso, pois todas as peças são pré-fabricadas e o detalhamento é feito em milímetros. Esse processo garante uma grande facilidade na hora da montagem e instalação.

A cobertura com telhas de alumínio também minimiza bastante as perdas. São muito resistentes às cargas de vento e possuem um bom isolamento térmico, principalmente quando associadas à espumas térmicas.

 

Mais detalhes sobre o telhado de alumínio:

 

Estrutura

A estrutura de um sistema de cobertura metálica precisa ser devidamente detalhada em um projeto. Nele, o profissional faz todo o dimensionamento, calculando vãos, aberturas, comprimentos. São feitas várias vistas e cortes, e um levantamento do memorial descritivo. Com o projeto de estrutura em mãos, é possível saber com precisão a quantidade de cada material, comprimento, forma, e como será feita a montagem. Esse processo permite que seja feito um orçamento bastante preciso. O material mais utilizado para a estrutura é o alumínio.

Telhas

As telhas são fabricadas seguindo um rígido processo industrial de qualidade, que garante uma excelente padronização e precisão de milímetros. As telhas conseguem alcançar grandes vãos, e quando associadas a espumas EPS apresentam excelentes parâmetros em relação ao conforto térmico.

Uma das grandes vantagens desse sistema é a precisão. Para isso é necessário projetos detalhados e mão de obra especializada. E isso pode significar um custo maior. Porém, em obras que precisam ser feitas em menor tempo, esse investimento é uma boa opção. Além disso, materiais de qualidade e mão de obra especializada são a garantia que o produto terá uma durabilidade bem maior.

 

Telhado vazando: e agora?

Telhados também precisam de impermeabilização, no entanto, soluções tradicionais (como a manta aluminizada, betuminosos e acrílicos) não mantém suas propriedades ao longo dos anos, falhando em menos tempo do que você gostaria.

Quando já foi tentada alguma solução para as goteiras e vazamentos no telhado, e ela falhou, o problema pode ser dobrado: para reaplicar as soluções, é necessário remover o sistema antigo (e descarta-lo de forma ambientalmente correta), para só depois aplicar uma nova solução.

Felizmente, agora está disponível no mercado nacional uma solução inovadora, em 100% Silicone, que pode ser aplicada sobre praticamente qualquer superfície, sem necessidade de remover os sistemas antigos de impermeabilização.

A Fibersals é a empresa pioneira no serviço de impermeabilização com silicone no Brasil, oferecendo 15 anos de garantia. Saiba tudo sobre esta solução aqui.

 

E se eu não quiser telhado no meu terraço?

Sim, é possível utilizar o terraço como parte da edificação. Inclusive essa prática tem sido largamente utilizada nas últimas décadas.

Os terraços podem ser utilizados como área de lazer e convivência, sendo mais uma parte externa da casa ou edifício.

A primeira coisa que se deve ter em mente quando você não tem um telhado é que haverá incidência de água e o terraço deverá estar preparado para isso. Quando existe um telhado, o sistema é feito justamente para escoar a água das chuvas; quando a laje é utilizada como área de uso da edificação, é obrigatório pensar em impermeabilização.

Além dos sistemas de drenagem (os ralos) que devem estar devidamente dimensionados e instalados no terraço, a laje precisa estar protegida contra a infiltração. Nem sempre é possível escoar toda a água e ela acaba se infiltrando e causando prejuízos. Os problemas mais comuns são manchas e bolor, descascamento da pintura, comprometimento do forro, além de problemas mais sérios como exposição de armaduras da estrutura.

Portanto, antes de pensar em qual vai ser o uso do terraço, ou qual piso você vai escolher, preocupe-se com a impermeabilização do terraço. Dessa forma, você se livra de muita dor de cabeça no futuro. Leia também:

 

Você precisa conhecer um sistema de impermeabilização definitivo

Se você optar por não colocar telhado, o Sistema de Poliéster Flexível Fibersals pode ser uma boa saída. Este sistema oferece uma tecnologia única de revestimento com poliéster flexível de alto desempenho. Pode ser aplicado diretamente sobre o piso ou superfície existente no local, sem a necessidade de quebrar o antigo, gerando uma nova superfície com espessura de 3mm a 5mm, já com acabamento.

O processo de aplicação do Sistema Fibersals é diferente dos métodos convencionais de impermeabilização porque foi concebido para oferecer uma solução definitiva, prática e com muita comodidade para o cliente. Não é preciso quebrar o piso, não gera entulho, é aplicado rapidamente, liberando a área para uso em pouco tempo e sem canteiro de obras.

 

Ficou interessado nas soluções da Fibersals? Saiba mais sobre o Poliéster Flexível e a Solução em Silicone e nos avise caso tenha ficado alguma dúvida!

Comentários

Comments are closed.